Inscreva-se na nossa NEWSLETTER

Siga-nos

Artigos

Confira aqui conteúdos exclusivos produzidos pelos nossos parceiros

Coaching: Você tem problemas ou objetivo?

15.mar.2017

De uns anos para cá, a palavra Coach virou moda e é usual, dentro de uma organização, escutarmos um gestor dizer que precisa “dar um coaching” para seu colaborador. Na verdade, ele não irá fazer um programa de Coaching com ele, apenas dar feedback sobre algum ponto a melhorar, ou seja, estará cumprindo o seu papel de desenvolver pessoas.

Como esse, outros exemplos contribuem para que haja alguma dificuldade de entendimento sobre o que é coaching, de fato. Na verdade, esse emaranhado de entendimentos distorcidos é algo simples: Coach é uma palavra em inglês que significa treinador, instrutor. E, quando usada como verbo, a palavra coach significa treinar ou ensinar. Além disso, um coach ou coacher é um profissional que exerce o coaching, uma ferramenta de desenvolvimento pessoal e profissional.

A partir do momento em que você se compromete a atingir um resultado, o coaching entra como um fortalecedor desse processo com inúmeras ferramentas cientificamente validadas, além de propiciar vários benefícios. Ele pode ser aplicado para se ter mais conhecimento sobre si mesmo, autoestima e autoconfiança, mais qualidade de vida, diminuição de estresse e conflitos, aprimoramento dos relacionamentos, motivação e comunicação interpessoal, além da capacidade de modificar comportamentos improdutivos.

Aplicado à carreira, o processo de coaching eleva a performance de executivos e times, pode promover a solução de gaps e potencializar forças, revisão e ascensão em seu caminho profissional, e pode também contribuir para que os líderes fomentem ainda mais seu papel. O coaching proporciona ferramentas para atingir mais resultados com menos esforço.

Coaching também não é mentoria, que é uma tutoria através da qual um profissional mais experiente orienta e compartilha com profissionais mais jovens experiências e conhecimentos. Também não é consultoria interna e, muito menos, terapia.

No Coaching, o processo leva o cliente a buscar novos entendimentos e alternativas para ser capaz de ampliar suas realizações e conquistas. Muitas vezes nosso maior adversário está dentro de nós mesmos, por isso, a chave fundamental do sucesso do coaching está com a pessoa que está no processo, o chamado coachee.

Esse processo tem início, meio e fim. Ao final do programa, quando se alcança o resultado desejado, o coachee deverá seguir sozinho. Ele já tem o caminho das pedras e, caso sinta-se inseguro, precisando de ajuda para renovar as ideias, reorganizar-se, seu coach estará de braços abertos para lhe apoiar e acolher.

Coaching é, portanto, uma ferramenta que nos leva realizar objetivos, metas, tarefas ou sonhos. Experimente um processo de coaching e deixe sua vida muito mais leve, feliz e próspera!

"O conteúdo deste artigo é de responsabilidade do autor"

Mariana Lopez
15 anos de experiência

Psicóloga, com MBA em Gestão e Desenvlvimento de Pessoas, Personal & Professional Coach e Executive Coach, além de 15 anos de experiência em empresas nacionais e multinacionais na área de RH. Liderou projetos de reestruturação da área, incluindo boas-vindas, talentos, liderança, clima, desvinculação, competências. R&S, T&D e Endomarketing, também foram foco de sua atuação. Transformou profissionais de vários níveis em pessoas mais realizadas, felizes e confiantes, através do processo de Coaching.

Atende processos individuais ou em grupo, com sessões presenciais ou virtuais (por meio do Skype).

Mais artigos relacionados